62. Anton Mühlbauer (1833-1911)

Meu tetravô Anton Mühlbauer nasceu por volta de 1834. Sua aldeia natal ainda é um mistério. Sabe-se que esteve em várias aldeias da Bavária, mas não existe registro de batismo nos arquivos de Eschlkam entre 1831-1837. Supõe-se então que tenha nascido em outra Paróquia. Não descartamos a possiblidade de ser do outro lado da fronteira, ou seja, da Boêmia. De Flecken imigrou a família de um Michael Mühlbauer, mas ainda não encontramos relação com Anton Mühlbauer. Filho de Mathias e Klara Mühlbauer, Anton se casou em Eschlkam no dia 03.10.1868 com Barbara Pfeffer. O casal, antes de se casar, já havia tido dois filhos. Eis a cópia do seu registro, conforme fotografia que nos foi passada pelo alemão Franz Mühlbauer:
.

O registro diz o seguinte:
(coluna esquerda) eodem
(coluna do meio) Zum hl. Sakr. Anton Muehlbauer, des Mathias der Klara Muehlbauer Inwohner v. Schwarzenberg … Sohn mit Barbara Pfeffer, des Georg Pfeffer Häusler von Kleinaign …
(coluna da direita)… 29st Sept
(coluna da esquerda): Eodem (é uma palavra em latim que quer dizer “o mesmo”, ou seja: mais um casamento no dia 03.10.1868)
(coluna do meio) Pelo sagrado sacramento Anton Muehlbaer, de Mathias e Klara Muehlbauer, locatário em Schwarzenberg… e Barbara Pfeffer, de Georg Pfeffer, dono de cabana/chalé em Kleinagn.
(coluna da direita) 29 de setembro
.
O padre não escreveu sentenças inteiras, omitindo algumas palavras, talvez por estar cansado de repetir as mesmas palavras o tempo todo em todos os registros.
.

Eschlkam, onde Anton Mühlbauer se casou, e onde eram feitos todos os registros de aldeias próximas

Pelos registro de batismos dos filhos de Anton, que também nos foram passados por Franz Mühlbauer, sabemos que ele esteve em outras aldeias bem próximas umas das outras, e que foram, a saber:
.

Schwarzenberg, onde esteve em 1859. De lá também imigraria em 1877.

Kleinagn, onde esteve por volta de 1869 e 1870, já depois de casado

Grossaign, onde esteve por volta de 1872, e onde teria nascido minha trisavó Barbara Mühlbauer

Ritzenried, onde a família de Anton Mühlbauer esteve por volta de 1873

Em 1877, Anton e sua esposa Barbara decidem imigrar ao Brasil. E o fazem através do Navio Rio, que saiu do porto de Hamburgo no dia 20.03.1877 e chegou em São Francisco do Sul em 22.04.1877. Ainda não está claro o lugar em que a família passou a morar, visto que duas das filhas de Anton tem descendência em Fragosos, enquanto que um dos filhos morava em Serra Alta. Em 1900 Anton aparece na lista de signatários da ata de levantamento da nova Igreja Matriz de São Bento do Sul. Anton Mühlbauer faleceu no dia 02.12.1911, e segundo esse registro contava então com 78 anos e 10 meses.

Published in: on 24/02/2008 at 5:46 PM  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://coisavelha.wordpress.com/2008/02/24/62-anton-muhlbauer-1833-1911/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: